Pai busca sangue raro para menino com leucemia

leucemia – A campanha pela doação para Miguel Mendes Calixto, de 9 anos, mobiliza as redes sociais

Uma campanha para salvar a vida de Miguel Mendes Calixto, de 9 anos, morador do Bairro Palmeiras, na Região Oeste de Belo Horizonte. O pai, o contador Diniz Lopes Calixto, está empenhado em sensibilizar doadores de sangue O Rh negativo – tipo sanguíneo raro, considerado doador universal – para atender à demanda do menino, internado com leucemia na unidade de terapia intensiva do Hospital São Lucas, na capital. Nas redes sociais, Diniz postou a mensagem ao lado da fotografia dos dois: “Que cada gota de sangue seja uma gota de esperança!”

Miguel foi diagnosticado com a doença em 23 de dezembro e começou as sessões de quimioterapia seis dias depois. “A quimioterapia reduz a imunidade e, com isso, meu filho contraiu uma pneumonia muito forte, sendo necessária a transfusão diária de plaquetas”, diz o pai. A resposta dos doares foi positiva e imediata, ele conta. Tanto que no último domingo, 110 pessoas apareceram para doar. “Se as unidades da Fundação Hemominas, como o Hemocentro de BH, ficassem abertas mais tempo, muitas outras pessoas teriam doado.”

Para atender o filho Miguel, Diniz pede que os doadores façam o agendamento pelo site do Hemominas (www.hemominas.mg.gov.br) ou pelo telefone 155, citando o nome completo do garoto. “Há muita solidariedade e tivemos doadores em Uberlândia, Passos e outros municípios mineiros.”

Em nota, a Fundação Hemominas informa que, durante o carnaval, o funcionamento das unidades foi antecipadamente divulgado. “O Hemocentro de BH funciona para doação de sangue de segunda a sábado, das 7h às 18h. No carnaval, o funcionamento foi normal do dia 20 ao 25. No dia 27, das 7 às 12h, e no dia 1º, das 13 às 18h. Os setores de distribuição de sangue e hemocomponentes para os hospitais conveniados funcionam 24 horas em todas as unidades.”

A nota acrescenta que “o sangue O negativo corresponde a aproximadamente 5,5% da população”. Assim, para tentar garantir o abastecimento do tipo sanguíneo, a fundação afirma atuar remanejando seus estoques, de acordo com a demanda de cada unidade regional.

(GW)

-em

Categorias Campanhas e Doações

Deixei seu Comentário

Seu email não será publicado.