Após 51 dias de seca, chove em São Paulo na manhã desta quinta

chove em São Paulo – Após 51 dias de seca, os paulistanos tiraram o guarda-chuva do armário com a precipitação que caiu de forma leve e rápida na capital paulista na manhã desta quinta-feira, 3. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a manhã se encerrou com céu nublado e chuvas modestas em parte das zonas norte e leste de São Paulo. Não há previsão de mais precipitações ao longo do dia.

Segundo as estações do CGE, por volta do meio-dia, as temperaturas na cidade variavam em torno de 17ºC e as taxas de umidade superavam os 66%. A máxima prevista para esta quinta-feira é de 23ºC, com possibilidade de ocorrência de rajadas de vento, que podem atingir a velocidade de 60 km/h.

BAIXA UMIDADE

O mês de julho foi o mais seco dos últimos nove anos em São Paulo, com menos de 1 milímetro de precipitação na maioria das regiões da cidade, registrada no dia 4 – em 2008, não houve nenhuma ocorrênciade chuva. A média histórica para o mês é de 46,6 milímetros.

A recomendação para aliviar o mal estar causado pelo ar seco, em especial para os moradores que já têm problemas respiratórios, é reforçar o consumo de água e procurar umidificar ambientes com uso de recipientes com água, toalhas molhadas ou vaporizadores.

Previsão de frio e garoa

Segundo o CGE, a partir da madrugada desta sexta-feira, 4, a entrada de ventos derruba as temperaturas e mantém a sensação de frio. O céu fica encoberto, com garoa frequente. A mínima prevista é de 13°C; e máxima, de 17°C. O ar mais úmido e os ventos devem ajudar a melhorar a qualidade do ar.

Já o sábado, 5, começa com tempo encoberto e garoa ocasional. No decorrer do dia, conforme o Centro de Gerenciamento, a nebulosidade persiste, mas ocorrem algumas aberturas de sol. Os termômetros devem variar entre 12°C ao amanhecer e 19°C no início da tarde.

 

 

-estadão

Categorias Cidades

Deixei seu Comentário

Seu email não será publicado.