Florianópolis registra mortes e alagamentos após chuvas fortes.

As chuvas que caem em Santa Catarina nesta quinta-feira (11) têm causado estragos e mortes em diferentes cidades. Os principais municípios afetados são Florianópolis, Balneário Camboriú e Porto Belo. Há pontos de alagamento, interdições parciais ou totais de estradas, desalojados, desabrigados e mortos.

Um dos casos mais graves relatados durante a madrugada pelo Corpo de Bombeiros de Balneário Camboriú foi o desaparecimento de um homem de 34 anos e em um bueiro na Avenida do Estado, próximo à divisa com Itajaí.

A vítima é um haitiano que trabalha como caseiro em uma chácara. Segundo a Defesa Civil e os bombeiros, o local estava alagado. Ele teria tentado desobstruir uma canalização quando foi levado pela correnteza.

A Defesa Civil de Balneário Camboriú atendeu somente nessa madrugada 30 ocorrências. As chuvas registravam um volume que o sistema de drenagem e escoamento de água não consegue suportar. “Tivemos muitos registrados devido às fortes chuvas e como o sistema não consegue comportar atinge casas e lugares mais baixos”, afirma Fabrício Mele, diretor da Defesa Civil.

Florianópolis e Porto Belo

Na manhã desta quinta-feira, a Defesa Civil do Estado recebeu o registro de uma morte em Florianópolis. O óbito teria ocorrido após a pessoa ter caído em um bueiro e ter sofrido traumatismo craniano. Além disso, houve também o registro de um desaparecido no Morro do Quilombo, também na capital.

Na quarta-feira (10), Gabriele Hayana Amorim Lopes, de 8 anos, morreu após uma árvore cair sobre o telhado da garagem da casa onde brincava. A irmã da vítima, de 13 anos, foi atingida, mas não apresentou ferimentos graves. Segundo o corpo de bombeiros, a árvore cedeu pelo excesso de chuva.

Em relação aos deslizamentos de terra, as duas principais rodovias de acesso na cidade estão interditadas após terem problemas de tubulação. As chuvas intensas aprofundaram um buraco na rodovia SC-401, que faz a ligação entre o litoral norte e o centro.

Também afetada por um alagamento, a rodovia SC-405 registrou congestionamento na manhã dessa quinta-feira. A estrada faz a ligação entre a região central e o sul.

Em Porto Belo, a Defesa Civil informou que existem 15 mil familias desabrigadas e mais 15 desalojadas. Em todo o estado, são 390 pessoas desalojadas.

Fonte: R7

Imagens: Wellington Estefânio Gonçalves Gomes

Categorias Cidades

Deixei seu Comentário

Seu email não será publicado.