Te cuida, Trump! Nova heroína da Marvel é latina , gay e baseada em Beyoncé

Nova heroína da Marvel é latina – America Chavez. Este é o nome da nova super-heroína da Marvel. A personagem é latina, negra, gay e inspirada na cantora Beyoncé.

Responsável pelo visual, o artista Joe Quinones divulgou uma das capas da nova HQ com um trecho de “Formation”, hit da cantora que fala sobre negritude.

Na imagem, a personagem usa um colar e um chapéu parecidos com o de Beyoncé. Além disso, veste as cores da bandeira do país.

Axel Alonso, editor-chefe da Marvel, disse ao site “Mic” que America em “coloca um ‘ponto de explicação’ nos ricos e diversos personagens dentro do Universo Marvel”.

Mas também parece ser a personagem certa para ser lançada no início do governo controverso de Donald Trump, principalmente quando se trata das bandeiras LGBT.

“Em ‘America’, a jovem vingadora se mantém firme contra uma horda alienígena que se aproxima, ao mesmo tempo em que gerencia sua vida social e tenta participar de várias aulas em outros mundos”, contou Alonso.

A escritora Gabby Rivera está encarregada de trazer Chavez à vida e à equipe dos Jovens Vingadoras, criada em 2013. “É um pouco terrível e intimidante ser uma mulher estranha entrando no universo Marvel”, disse ela em entrevista à “Refinery29”.

A Marvel tem feito história nos últimos anos ao jogar luz à diversidade com novos personagens, como o Pantera Negra e Kamala Khan. Esforço deliberado para atrair novos consumidores em mercados mais amplos – e não apenas os homens brancos tradicionalmente associados com a cultura de quadrinhos.

-uol

Categorias Literatura

Deixei seu Comentário

Seu email não será publicado.